domingo, 31 de agosto de 2008

Mini 1000 - "O bom filho a casa retorna..."

Não sei se o ditado é bem assim, mas serve perfeitamente para descrever a situação de hoje.
Por estar de férias, aproveitei para vir a Lisboa tratar dumas "pendências" que ficaram para trás desde que fui para Pedrógão Grande.
De tudo o que ainda tenho que levar para "cima", o meu 1000 é que mais me preocupa, especialmente porque é um carro bonito a passar o Verão numa garagem, ainda por cima com tantos sitios giros para passear com ele mesmo á porta de casa...
A história do bom filho tem a ver com o facto do "teatro de operações" de hoje ter sido a garagem do meu pai, local onde comecei a dar os primeiros passos nisto dos Minis, e onde há já algum tempo não mexia em nenhum, pelo menos meu...O meu BM (Clubman azul que foi o meu primeiro carro), subiu esta rampa centenas de vezes......, mas hoje a companhia era muito mais refinada. O Rover P4 60 do meu pai, acabado de restaurar, abriu caminho para o seu conterranêo barulhento, que teimava em roncar tipo trovão (escape JANSPEED...), contrastando brutalmente com a imponência e glamour emanada daquele "Old English White" que cobre a sumptuosa carroceria de aluminio, onde um motor de dois litros faz o seu trabalho o mais suavemente possivel, para que os passageiros disfrutem de um passeio calmo e agradável, em cima de uma suspenção e estofos dignos de um "Rolls"...Apesar de ter tudo novo, o melhor foi dar uma "vista de olhos" novamente, Seis meses parado não o puseram melhor de certeza...
Aqui mais a seu jeito, a companhia do 1000 era variada. Um 850 MKII de 68, um Corolla KE20 de 74 e um Datsun 1200 de 72 em fase de restauro, que ninguem sabe até quando...
A parede do fundo é digna de nota. Aquele painel de azulejos é fantástico.Claro que uma "visita á terra" não fica completa sem ver tudo o que já não viamos á muito tempo, assim como estas caixas de cartão que ainda habitam por lá......ou até mesmo algumas relíquias que o tempo fez o favor de ajudar a esquecer que existiam. É sempre reconfortante rever certas coisas...Aproveito sempre para engordar a bagagem, de preferência com coisas uteis. Conheço uns Minizitos ali para a região centro do pais que estão desejosos que eu volte com isto...E pronto! Mais um dia, mais uma moeda. O mil está pronto para a viagem até terras de Pedrogão e não podia ter acabado melhor: O carro ficou bom e o fim do serviço fez-se ao som de uma chamada para jantar por parte da minha mãe. Tal como os carros de que gosto, já é uma raridade ouvir tal coisa, sobretudo neste sitio, de volta de um Mini e ainda por cima num domingo..., uma preciosidade!
Amanhã o dia é para um Ford A de 27 e respectivo diferencial traseiro. Férias são férias e cada um goza-as como mais gosta. Eu estou nas "minhas sete quintas"...
RT

LOJA DA VILLA. Uma loja diferente, muito diferente...

Em Figueiró dos Vinhos, mais propriamente na Rua D. Sancho I, existe uma nova loja, que se dedica sobretudo aos produtos de decoração e artesanato...
Côr, ambiente e perfume eram as principais caracteristicas que a tornaram única do seu género ali na zona, e digo "eram" porque a partir do ultimo dia 28 de Agosto, passou a ser conhecida tambem por mais alguma coisa. Vamos ver o que é???É um espaço onde as cores se misturam com os perfumes e onde o antigo encontra o moderno..., mas tambem um local onde a vontade se transforma em paixão. A vontade de os ter, passa a ser a paixão de os possuir...Claro que estou a falar de automóveis, mas não de uma coisa qualquer...
Onde é que somos assim tão bem recebidos? Toda a gente que passa na rua pode admirar o mais novo elemento da loja, que apesar de inexpriente nestas coisas, parece estar muito á vontade com o facto de ser falado na vila toda. É a vida de manequim ao mais alto nivel...É certo que não parece muito enquadrado no tema, mas de certeza que não fica mal de todo. O "oito e meio" que tantas aventuras já passou connosco nestes dois anos, faz agora parte da decoração/exposição da loja da Paula, e em tão pouco tempo de actividade, já mereceu uma mão cheia de comentários e suspiros por parte de quem lá passa. Dizem os amigos que é mal empregado estar ali parado...,dizemos nós que vale sempre a pena tê-lo por perto!
Um mundo de côr, cheiro e fantasia, agora com um toque de paixão...

Que acham???






RT