quinta-feira, 25 de março de 2010

Mini Azulinho - Toda a verdade...

Bom dia.
O Azulinho já regressou da operação de limpeza da carroceria, mas duas coisas aconteceram que merecem ser mostradas aqui: 1º , de Azulinho o Mini passou a "Verdinho" e 2º, a verdade veio ao cimo, ou melhor, ficou á vista...Com recurso ao conhecido sistema de jacto de areia, a carroceria ficou literalmente "nua", mas de uma forma pouco elegante......porque agora não há nada a esconder, mesmo que não seja bonito. A verdade é que também não estávamos á espera de outra coisa de uma carro com tantos anos e aventuras como este......mas claro que a piada é mesmo essa, porque como dizia o poeta, "- Não é o destino que nos interessa, mas sim a viagem..." É com este espirito que vale a pena pegar nestas coisas, sobretudo quando temos o Miguel para nos ajudar no que for preciso para o ver andar de novo...

O restauro da chapa não vai ser pêra doce, mas só nos vamos meter nisto porque temos a certeza de que não somos bate-chapas (???) e apenas queremos é vê-lo bem arranjado, e isso é o mais importante... ...para ultrapassar este tipo de "coisita pouca"......que ia fazendo este Mini desaparecer para a sucata.Seja como for, agora é respirar fundo e andar para frente...

RT

quinta-feira, 18 de março de 2010

Ford Escort 1.3 GT HC - O verdadeiro "Gentleman driver"...

Bom dia.
Após uns dias fora, os trabalhos recomeçaram assim que cheguei, mas entre charriots de Minis e demais mecânicas, algo novo aconteceu...

Ainda na fase final de restauro, este belissímo GT HC precisa agora de ser devidamente afinado para poder contribuir ainda mais para a a beleza das estradas da região, e foi um prazer saber que fui o escolhido para o fazer...

Confesso que há já algum tempo que não trabalhava em nenhum Escort, mas dificilmente surgiria melhor ocasião de me lembrar como é...

...a sensação de tocar num outro grande clássico inglês dos anos 70 sem ser um Mini. Apesar de uma mecânica fácil e simples, o Escort tem algumas diferenças importantes em termos de valores de afinações e procedimentos. Nada de mais...

...para quem gosta do que faz. Foi novamente possivel verificar que outrora as marcas tinham algumas ideias que hoje em dia parecem absurdas. Um carro tipicamente familiar, mas com carácter e potencial desportivo em toda a sua concepção...

... faz deste modelo um bom exemplo de carro de quem gosta do prazer da condução, sobretudo desportiva, mesmo que ao Domingo tenha que levar a familia e respectiva sogra a passear...No fundo, o Ford Escort 1.3 GT HC é uma das melhores maneiras de nos tornarmos num verdadeiro "driver", ou melhor, um "Gentleman driver"...

RT

segunda-feira, 8 de março de 2010

Morris 1300 GT - Por uma boa causa...

Boa noite a todos.
Este é outro post que vai relatar o desaparecimento de mais um clássico. Desta vez a "fava" calhou a um belissímo ADO 16, mais conhecido como Morris 1300 GT...

O tempo não lhe perdoou nada, porque apesar de podre, a carroceria ainda ostentava as marcas de outras guerras antigas, e, a julgar pelo estado do tejadilho, o pequeno Morris perdeu algumas delas...De qualquer maneira, a ideia nunca foi recuperá-lo......porque apesar de ser um modelo especial......o objectivo final é outro......que apenas precisa de um "transplante de coração"......e de um pouco de trabalho......para voltar a brilhar por essas estradas fora. Claro que estou a falar de um Mini, mas só o conseguirei mostrar mais para a frente. Para já, queria mostrar-vos os momentos finais do simpático Morris 1300 GT, mas em vez de desgraça alheia, preferia que o vissem como um glorioso guerreiro, que morre de pé para salvar o próximo...E com a honra imaculada por ter sido um verdadeiro GT (Grand Turismo...) toda a sua vida, o Morris disse adeus para sempre...É sempre gratificante poder constatar as diferenças entre este modelo e o Saloon "normal". Antigamente, ser GT era mais do que ter um conta-rotações , era ser realmente desportivo até ao "osso". Reparem no "LCB" de origem. A maior parte dos GT de hoje tem um rádio MP3 XPTO e pouco mais. Bons velhos anos 60......onde a potência significava muitas vezes a sigla "TC", ou seja "Twin carb", ou dois carburadores em bom Português.Bem, de qualquer maneira, não estávamos ali para olhar para ele, e por isso o motor lá saiu antes da chegada da chuva que acabou com a tarde......e muito provavelmente com a noite também. Já cá fora......e com uma ultima foto de despedida, o Morris deu o ultimo suspiro. É sempre triste ver desaparecer um clássico, mas desta vez a história é diferente......porque afinal de contas o 1300 até já estava para lá de restaurável, e deste modo vai contribuir bastante para recuperar um Mini 1000 de 78 que de certeza absoluta vai fazer as delicías do Francisco e da Mariana, que seguem com bastante atenção todos os movimentos do restauro, sempre disponiveis para dar as suas ideias e sugestões.

Na realidade, o Francisco é um ávido seguidor da Classic Car Garage, e com apenas 10 anos de idade, dá gosto vê-lo falar do Mini do pai ,que segundo diz, vai ficar espectacular...
Temos a certeza que sim!!!
É por estas e por outras que não me custa desmontar um carro clássico para peças. A noção de que essas mesmas peças vão servir para construir algo para os mais novos apreciarem e viverem é fundamental, porque no fim de contas, também o fazemos por eles...
RT