quinta-feira, 19 de junho de 2008

O ultimo post...

Caros amigos e leitores:

Hoje fiquei a saber que o meu Mini Moke de 1987 já não possui matricula atribuida, pois apesar de estar registado em meu nome e de estar guardado dentro da minha garagem, já não se encontra numa situação legal. Como todos já devem ter ouvido falar, os veiculos matriculados entre Janeiro de 1980 e Dezembro de 2000, que não tenham ido á Inspecção Periódica Óbrigatória após 2003, terão as suas matriculas canceladas por despacho do Sr. Ministro Mário Lino. A solução reside numa IPO extra, de tipo B , que alem de ser mais cara, é tambem muitissimo mais exigente ao nivel das caracteristicas do veiculo. Os carros que estão em fase de restauro, e cujos proprietários não estejam em condições de os acabar até ao próximo dia 11 de Novembro (data limite para a IPO tipo B, com aprovação...), consideram-se desde já inutilizados, destruidos.
Face a esta nova medida, que eu considero de extrema injustiça para todos aqueles que, tal como eu, se encontram arrolados no grupo dos "ilegais", decidi acabar com as actividades relaccionadas com os automóveis clássicos, até esta situação ser ultrapassada.
Decidi tambem, a titulo muito excepcional, publicar algumas considerações que não se enquadram de todo no âmbito deste blog, mas que considero demasiado importantes para as deixar de lado, e de certa forma tambem relaccionadas com o panorama dos automóveis clássicos. Peço desde já desculpa a todos os que acharem o meu discurso incorrecto, mas a hora chegou e as verdades são para se dizer...
Não pertença a nenhum partido politico ou tão pouco a alguma instituição governamental ou estatal. Sou simplesmente um jovem de 30 anos, fruto de uma educação tradicional Portuguesa, cliente do nosso sistema publico de escolas, e que teve a sorte ou o azar de ter optado por ficar a viver em Portugal, em vez de ir para o estrangeiro.
Como grande parte dos portugueses, tambem eu tenho as minhas obrigações com um crédito á habitação e um emprego que permite apenas "ir vivendo", pelo que todo este empenho á volta dos clássicos é feito com um grandissímo esforço da minha parte. Dedico o tempo que tenho e o que não tenho a esta causa, e considero-o sempre muito bem empregue, pois acho que não só de castelos e fados é feito este país, os clássicos tambem são parte da nossa história e cultura. Deixar dasaparecer os automóveis clássicos seria o mesmo que esquecer parte da nossa vida, e tudo o que fizemos e vivemos umas décadas atrás...
Não sou grande fã do futebol e tão pouco tenho tempo para cafés e afins, pelo que os automóveis classicos são a minha parte social, onde me encontro e revejo todos os dias. Estou no meio dos automóveis desde que me lembro de ser "gente" e ficar sem este bocadito de vida é algo que não interiorizei ainda...
Infelizmente, penso tambem que o dia "D" chegou, o dia em que tenho que fazer uma escolha muito importante. Não se trata dos clássicos, mas sim do conjunto de situações que caracterizam o país actual e para as quais só vejo má vontade politica e uma grande dose de indiferença por parte dos meus cônterraneos. O país atravessa uma grave crise económica, politica e sobretudo social, mas as pessoas parecem apenas interessadas no resultados dos jogos da selecção nacional de futebol. É esta passividade que eu não entendo e não compreendo. Será que as pessoas apenas se importam com os assuntos que lhes dizem respeito ditectamente? Ninguem se rala com o próximo? É que raramente se vêm manifestações de solidariedade para com os outros... Por ter visto e sentido tudo isto, eu pergunto-me cada vez mais: qual é o meu papel no meio disto tudo? Deverei fingir que está tudo bem e seguir a "corrente"? Ou deverei assumir a minha opinião e manifestar o meu desagrado, mesmo que isso traga consequências para mim? A minha expriência diz-me que devo tomar uma decisão firme e manter essa posição desde que devidamente esclarecido e informado, afim de evitar conclusões erradas.
E foi precisamente isso que fiz nestas ultimas semanas. Considerei e enumerei uma série de factores que me fizeram alcançar uma conclusão preocupante: este pais está "doente", mas apenas por culpa da classe politica e dos próprios cidadãos passivos. Como tal, decidi para já suspender todas as minhas actividades e considerar todas as opções para contornar este assunto. Não é uma decisão que se tome de ânimo leve, mas é a mais acertada para já. Preciso de tempo e sossego para decidir o que fazer daqui para a frente, e infelizmente creio que a solução é parar. Desistir nunca deve ser a nossa saida, mas já não consigo mais! Pode faltar o dinheiro, o material ou as instalações, mas não pode faltar a vontade, e cada vez mais ela é menor. Sinto-me um marginal por ter carros antigos dentro da garagem, por não ver os jogos da selecção, por ousar ter uma opinião diferente do geral, ou apenas por achar que poderiamos estar melhor se houvesse um minimo de vontade da parte de todos, em vez de ficarmos sentados no sofá á espera que alguem nos resolva os problemas. Este país está "doente" e a cura parece dificil de encontrar...
Desculpem o desabafo, mas tinha que o dizer...
Até nova decisão, o blog vai ficar suspenso, se é que isso interesse a alguem...
A todos os amigos e leitores que de uma forma ou de outra me ajudaram e apoiaram ao longo destes meses, o meu sentido obrigado e a promessa de voltar um dia...
Por favor, vamos fazer a diferença..., Portugal precisa de nós!!!
Obrigado: Rui Tiago

segunda-feira, 16 de junho de 2008

10 de Junho - Dia de Clássicos em Figueiró dos Vinhos

O dia 10 de Junho é um dia diferente por um grande numero de razões, mas uma das mais interessantes acontece em Figueiró dos Vinhos..., a concentração anual de automóveis antigos, organizada pelo "Clube Automóvel Clássicos de Figueiró"
Apesar de ter passado por cá o ano passado, esta foi a primeira vez que participei de uma forma oficial, quer dizer..., semi-oficial, porque apesar de ter lá estado, tive que me despedir antes do almoço para ir trabalhar, mas valeu bem a pena.

A concentração começou na sede do clube e os planos incluiam um passeio por alguns dos sitios mais emblemáticos da zona e um almoço no restaurante "Paris"...Em vez de descrever as fotografias, desta vez vou deixar a imaginação ao cuidado de cada um. As imagens falam por si...Muito bonito...Cooper 998...Ora ai está um carro que se vê pouco nestas andanças, infelizmente...Rover 3500 S - Aspecto do motor V8 com os seus "SU" em primeiro plano.A partida......e meia hora depois a chegada á Camâra Municipal de Figueiró dos Vinhos..."Allez monsieur, c'est tout avant..."A vila é muito antiga, mas está cada vez mais jovem...A potência no meio da elegância....Ford Mustang - Um dos carros mais bem restaurados do evento......mas não o unico.A par com o Mustang, este Mini estava um "brinco". Em três palavras diria: simples, bom e bonito... Tambem já tive um "GM"...Reparem na bagagem do tejadilho. Estava pronto a seguir para qualquer lado...Aldeia de Xisto - Casal de São Simão.É muito dificil descrever este sitio até porque não há palavras que lhe façam a devida justiça, mas tenho a certeza de que ninguem se arrependerá de uma visita... Ainda eram bastantes...Já no final do dia...

Tudo correu pelo melhor, e apenas lamento de não ter estado até ao fim, mas para o ano não escapa...O meu Mini ao mais alto estilo. "Que mania de não apertar os terminais da bateria, pá!!!"A despedida foi no meio da natureza......e já ficou combinado...até para o ano!!!

Rui Tiago