quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Classic Car Garage. Já mexe...

É oficial!!! A "nova" baiuca já está estreada como deve de ser. Não foi um, mas sim dois Minis que tiveram esse previlégio. Ainda muito despida e descaracterizada, a nova garagem já serve muito bem para dar seguimento aos trabalhos e representa uma enorme melhoria das condições anteriores. Sabe bem poder empurrar um carro para trás e ele andar de facto. Vamos ás fotos...Não por acaso, o 1000 do Zé Mário foi o primeiro. O trabalho é mais simples e não havia muito que pensar. Tirar o motor e os travôes da frente. Fácil..., agora que não me chove em cima!!!Não vou repetir as explicações sobre isto, mas gosto sempre de mostrar o antes e o depois...Ainda estão no torneiro, mas amanhã já devem ficar prontos...O "cavalete" dos motores que eu usava na primeira garagem de todas, na Malveira, serviu mesmo á justa nesta nova casa. Parece mentira, mas não tem dois centimetros de folga das telhas. Quando o fiz, ainda nem sonhava que existia uma terra chamada Marinha..., e ainda dizem que não há coincidências!!!Quem tambem teve a sua estreia nos Minis foi o Mário. Mecânico de outras "maquinarias", o Mário nunca tinha tirado um motor de um Mini na vida. Pela conversa dele, parece-me que o "bichinho" mordeu...Detalhe da minha peça especial para tirar motores, um bocado de verguinha das obras. O que é inutil para uns, dá um jeitão a outros. As peças que estão montadas na tampa de válvulas são os suportes originais da BMC que eram montados em todas as Sherpas e em alguns MG. É a maneira mais fácil de levantar o motor de um Mini. Cordas e correntes tambem funcionam, mas assim é "sem espinhas"...As saudades destas andanças até fizeram esquecer que já passava da uma da manhã, mas não acabou aqui......porque o tempo é algo que tem que ser aproveitado ao máximo......e havia mais alguem á espera na sala! O Cooper tambem não se livrou......e sem querer dizer a que horas é que acabou, posso garantir que já havia alguns galos a cantar. Não é trabalho, é prazer!!!Nunca deixem a máquina fotográfica á chuva, ou começam a fazer disto...Já havia luz quando reparei nisto: o meu "azulinho" estava todo brilhante como antigamente. A pintura á muito que perdeu o brilho, mas cada vez que se molha, parece mesmo aquele Clubman azulinho que fazia as delicias de um puto lisboeta de 18 anos em 1996...
Com umas jantes BWA iguais ás que usava nessa altura, voltou a surgir aquele efeito nervoso no tal "puto", que, com a mesma sensação com que saía de casa todas as manhãs, foi buscar a chave e não descansou enquanto não foi dar uma volta ao quarteirão. O LCB partido faz com que o ronco do motor 1275 pareça um V12 sem escape, pelo que a volta foi rápida, mas o mais importante ficou, a sensação de ter uma máquina do tempo que me fez andar 12 anos para trás...
Quem é que não gosta disto??? Espectacular...
Noites nos copos???Não..., noites nos Minis!!!
RT

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

C.C.G. - A união faz a força

Boa tarde a todos.
Ao longo do ultimo ano e meio tenho-me esforçado por vos mostrar todas as histórias relaccionadas com os nossos carros e com os nossos trabalhos. Umas vezes melhor, outras pior, lá tenho conseguido publicar aqui tudo o que de interessante acontece por cá acerca de carburadores, pneus, jantes, motores, etc...
Contudo, também tenho tentado sempre mostrar de que nem só de metal, plástico e borracha são feitos os nossos carros. De tudo o que compõe o mundo dos clássicos, existe algo muito importante que liga isto tudo e que no fundo é o que nos faz mover acerca de tudo o que fazemos..., a amizade!
Já partilhei aqui algumas histórias que por algum motivo especial achei que mereciam ser destacadas, mas a que vos vou mostrar a seguir está de certeza no top 5 das que considero mais espectaculares!
No fim de semana passado, além de muito material (ver ultimo post...), chegaram tambem dois Minis para receberem alguns cuidados, mas como podem calcular, a confusão ainda reinava por todo o lado, com muita coisa ainda para arrumar, e sobretudo para preparar, porque alem de tudo o resto que havia para fazer, ainda queria dar um "jeito" no chão do telheiro, para não ter que trabalhar em cima da terra e entulho...
Lembro-de pensar que não ia ser fácil. Tinha que tirar os meus Minis para a rua, partir o cimento velho, tirar o entulho todo e ainda fazer massa. "...e logo agora nesta altura, com tanta despesa e tão pouco tempo e dinheiro para isto..."
Durante o café da noite, comentei isto com o Mário "Estradas" que me disse o seguinte: "Quando vieres amanhã, liga-me que eu vou lá ajudar-te a tirar os Minis para a rua..."
Agora vejam o que acontece quando a união faz a força...
Após tirar os Minis, o Mário pegou no tractor e começou a fazer isto...
...e só parou quando já não sobrava quase nada inteiro no chão. Durante este tempo, apareceu o Marcelo e o outro Mário, que de uma forma tão natural como a noite que ia chegando, se ofereceram para ajudar no dia seguinte. A verdade é que fizeram muito mais do que isso...
Ás 7 da manhã do dia dois, o aspecto era este......mas era a hora que tinhamos combinado para ir carregar a brita e a areia á pazada......que o "Estradas" gentilmente me cedeu......e que uma hora depois estávamos a descarregar em minha casa. Não sei como teria feito isto sozinho!O outro Mário entretanto começou a fazer isto: passar niveis para alizar o chão de forma a ficar direito. Afinal, o Mário além de antigo corredor em pericías Mini, tambem é um excelente mestre de obras que aplicou os seus conhecimentos e práctica para me ajudar...Eu estava a ficar parvo com a "volta" que as coisas estavam a dar...A "equipe maravilha". Da esquerda para a direita: O "Estradas", o Mário, o Marcelo e o "grelhador fantástico". Após uma manhã de trabalho árduo, o ambiente era espectacular. Parece que apesar de estarem a trabalhar de forma voluntária para mim, ainda se estavam a divertir...
Digam lá de que vale o dinheiro ou o poder quando se tem isto???Claro que nem tudo foi fácil. O Estradas ia dando cabo da coluna a carregar uns "materiais" essenciais......mas a saga ia continuando. Ali mesmo á frente dos meus olhos estava a nascer algo muito importante. Mais de que um telheiro, as atitudes criam amizades que duram mais do que se pensa! Mas para já era só......trabalho......e mais trabalho......mas o fim lá chegou! Pouco menos de dois dias foi quanto bastou para fazer algo que parecia tão distante, sempre com um sorriso nos lábios......e uma dose de creatividade. Será Mini de Minis BMC ou de Minis Sagres??? Só o artista é que sabe. Afinal o que conta é que o trabalho correu tão bem......que resultou nisto! O meu telheiro já tem um chão novo. Se eu não estivesse lá não acreditava. O que eu esperei tanto para ver, aconteceu. O que me impressiona mais nisto tudo é a maneira como aconteceu. Com pouco mais de seis meses a morar aqui, nunca esperei ter este tipo de apoio e ajuda. Talvez a tradição ainda seja o que era...
Agora é deixar secar para começar a encher de tralha e começar a transformar "chumbo em ouro"...
Ao Mário "Estradas", ao Mário Pinto e ao Marcelo "Sergal" o meu muito obrigado pela importante ajuda que me dispensaram. Só espero um dia poder retribuir. Obrigado.
RT

sábado, 17 de janeiro de 2009

Classic Car Garage. Ano novo, vida nova...

Boas! Como tinha dito noutro post anterior, o inicio do ano iria ser marcado por uma nova série de projectos, especialmente ligados aos Minis, mas afinal havia mais na manga...
As mudanças da C.C.G. ainda são uma realidade, e até acaba por ser engraçado a capacidade que eu tenho de me meter em tanta coisa ao mesmo tempo, o que geralmente se traduz em "dias daqueles"...
Bem..., este fim-de-semana foi um desses que acontecem de vez em quando, felizmente...
Recheado de coisas boas, o f.d.s. também foi preenchido com muito, mas mesmo muito trabalho. Valeu a ajuda de toda a gente que apareceu por aqui, porque sem eles, isto teria sido muito diferente. É justo que diga aqui publicamente que foram, pois por muito que se agradeça, nunca se consegue pagar efectivamente estas pequenas grandes atitudes.
Ao meu pai, á minha mãe, ao Alexandre, ao David, ao Marcelo e á Paula, e a todos os que de uma forma ou de outra possibilitaram que eu conseguisse chegar até aqui..., Obrigado!!! Palavras não chegam para agradecer, mas são um começo...Mas nem só de mudanças foi feito o f.d.s., os clássicos tambem fizeram das suas, e muito curiosas...
Este "fusca" veio com o vento, e apesar de ainda não saber bem o que lhe vai acontecer, já leva o selo da C.C.G., pois já tive que o empurrar e isso já conta para alguma coisa, ou devia...Agora reparem naquela carrinha branca lá atrás. Que será aquilo??? Com 1000 km's em dois dias, aquela carrinha foi vital para grande parte do aconteceu. Ora vejam...Pois é! A tralha da "baiuca" da Venda do Pinheiro não vem para cima sozinha, mas também não se perdia nada que fosse mais leve. Ainda me doem os braços de tanto acartar...
Até eu fico admirado com o material que ainda tenho por lá. Assim a brincar ainda trouxemos umas 30 jantes que estavam para lá esquecidas, para além das bancadas, móveis de arrumos, gruas, ferramentas, caixas, caixinhas, caixotes, etc..., e ainda falta tanta coisa...Isto tudo muito giro, mas algo mais aconteceu. O Mini do Zé Mario já cá está para o "upgrade" dos travões......e de mais umas coisitas. Com tanta agitação e confusão, nem tive tempo de o receber em condições, mas não foi o unico. O Sr. Mata também foi vitima da minha falta de tempo, e com grande pena minha, porque o assunto era bom......ou não??? Directamente de Lisboa, este "S" também vai ser cliente da C.C.G., mas só lá mais para a frente é que desenvolvo acerca dele.
Para já ficam com uma ideia do que pode ser um fim-de-semana de arromba na C.C.G. Agora seguem-se umas semanas de trabalho á volta deste dois "meninos", e com um pouco de sorte, algum tempo para fazer uns post's para vecês irem acompanhando.
Até breve!
RT

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Material Mini. O natal é quando queremos...

Como diz a canção, "-...já chegou direitinha a encomenda...".
Mais uma vez, a MINISPORT foi a escolhida para nos fornecer o material para mais uns trabalhos. Pela foto é fácil de ver o que se vai passar a seguir, claro...,mais uns discos de Metro num Mini, e desta vez no carro do José Mário.
A dose até foi pequena, mas é de facto boa altura de encomendar, porque a libra nunca esteve tão barata.O meu 1000 tambem não ficou de fora. Com esta encomenda espero acabar com alguns problemas irritantes de falta de estabilidade, sobretudo nas piores alturas, em que um "atravessanço" mais abusado nos pode mandar por uma encosta abaixo. E aqui elas não são pequenas...Tambem vou fazer uma modificações na admissão. O carro está bom, mas acho que ainda pode ficar melhor. Depois conto.Charriots da frente e de trás, de flutuantes passam a fixos. Confesso que estou ansioso para ver a diferença...E cá está, MINISPORT.
Claro que existem outras casas que vendem material para Minis, e até mais barato do que a MS, mas a verdade é que estou satisfeito com o trabalho deles, e até hoje tudo correu bem. Já exprimentei outros fornecedores, e alguns deles nacionais, mas o resultado nem sempre foi o melhor, com grande pena minha...
Talvez um dia as coisas mudem...
RT

Mini 1000. O inverno na serra...

Pois é! Isto de vir morar para o campo tambem tem disto. Esta semana, por volta das 8 da manhã tinha o quintal assim...Não foi a pior noite, mas foi a unica manhã em que consegui arranjar coragem suficiente para vir tirar umas fotos com este "calor esquisito"...Nem o Metro escapou...
Geralmente não os deixo ao relento, mas por qualquer motivo aconteceu e ficaram assim. As estradas tambem ficam engraçadas nestas alturas...
Ahhh, a vida do campo!!!
RT

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

O primeiro post de 2009...

Bom dia e bom ano de 2009.
Após um revellion á maneira, nada melhor do que começar o ano a fazer aquilo que mais gosto: andar de Mini!!! O destino eram umas aldeias aqui muito perto de casa, mas com um Mini é mesmo assim, sai-se de casa e nunca se sabe onde é que acaba, e eu tambem queria um cafézito, e como estava tudo fechado, fui andando...
Sai de Leiria......e cheguei a Castelo Branco. Foi rápido...Rio Zêzere. Aqui tão perto...Passei Cernache do Bonjardim e apontei a Ferreira do Zêzere pela estrada antiga, mas com uns desvios que eu não sei o nome..."-O dia está bom, o ambiente ainda é de festa, vá de tirar uma fotos semi-artisticas..."Vista do banco do passageiro do meu Mini...O Zêzere outra vez......e a sua estrada "nova" lá em baixo. Acho que gosto mais desta......porque acho que nos faz andar nas nuvens......e permite uns "sprints" discretos (???) por estas curvas abaixo...Se eu vos contasse, não acreditavam no que vão ver a seguir. Foz da Sertã, o nome é este...Aldeias pacatas, cheiro a lenha misturado com mato, passarinhos a cantar...
"-Parece um postal...". Mas o melhor estava para vir...A vegetação cresce tanto que quase tapa tudo em redor, mas......não consegue! Isto é (ou era...) o Grande Hotel da Foz da Sertã. Abandonado, desprezado e vandalizado,este hotel mais parece o cenário de um filme de terror, mas aposto que se fosse recuperado e posto a funcionar outra vez, haveria por ai muita obra de arquitectos famosos que passavam para quarto ou quinto plano...Curiosidade...Silencio, ar puro e espaço. Como é possivel......perder isto tudo? "-Que escadas tão interessantes... Seguem para dentro de água???"
A verdade é que antes de existir barragem, existiam aqui aldeias......que hoje pertecem aos peixes. Se tivesse trazido o meu escafandro ainda lá ia, mas achei melhor não descer mais... Talvez outro dia..."- Não desabes agora..."O Zêzere tem mais para contar do que se possa pensar...Hotel, termas, águas minerais, piscinas......e tanta coisa bonita que houve aqui......e que fez as delicias de tanta gente, e possibilitava tanto emprego......que tanta falta faz hoje em dia.
Detalhe do interior de uma das muitas salas de banho turco do edificio...Pois é, já foi bonito...Nos seus tempos áureos, estas portas deixaram entrar muita gente importante e famosa. Chefes de estado, actores e muitas outras personalidades da época......que usaram estas piscinas de água natural......que o próprio rio enchia. Afinal tambem era ecológico......mas foi a natureza que o reclamou.Com um ultimo olhar á casa dos porteiros, deixei para trás este espectáculo a pensar no que lhe faria se fosse meu e me saisse o euromilhões...
É uma pena o hotel não ser do BPN, senão já havia dinheiro para o recuperar... (lá estou eu a ralhar outra vez!!! Que mau feitio...)"-Vamos???"Não devia dizer isto aqui, mas conduzir com uma mão e tirar fotos com a outra é possivel, embora dificil......mas não queria perder nada do passeio......que me tinha levado a uma estrada de terra batida.
"- Rallye agora??? Porque não???"Estava tão fresquinha...Podia ter tapado o Mini todo só com as laranjas daquelas três laranjeiras......mas não. O melhor é andar mais um bocadito porque estou a ficar curioso......mas claro que aproveito sempre a oportunidade de tirar mais uma foto ao Mini. Acho que nunca me fartarei de olhar para eles..."-Alcatrão outra vez? Tudo bem, mas vamos lá devagar que há aqui qualquer coisa estranha. O Zezêre está um metro abaixo de nós...""- Pois claro!!!
Há o caminho que leva pró mar, e este deve ser o que leva pró rio...
Sinais dos tempos modernos, a estrada antiga apenas permite a travessia da ponte submersa no pico de Verão, época em que a água baixa o suficiente para os jipes com "snurkle" (acho que é assim que se escreve...) fazerem a travessia com água por cima do capôt. Deve ser giro......mas eu fico por aqui mesmo! É um bom sitio......para umas fotos "diferentes". A esta chamei "Mini Moisés", embora ele não estivesse a sair da água. Mas isso tambem só nós é que sabemos..."Mountain Mini"..."Downhill"..."Mini on the rocks" ou "Cold blue"! Tanto faz..."-O aspecto não é dos melhores, mas já passamos para cá e isto não tem saida..."
Apontei para casa......e lembrei-me de mostrar isto. Passo por aqui tanta vez e nunca me lembro da máquina. Já está para lá de restaurável, mas ainda ssim dá pena ver...
Antes que perguntem: Estrada da Graça para Cernache do Bonjardim...
Um dia faço um post só com os carros deste tipo aqui das redondezas, mas há coisas que me custam a ver...
Tempo ainda para......mostrar isto. Esta terra vai ficar famosa muito em breve...
Depois conto-vos...
Pronto, tá bem..., tem a ver com gastronomia! Não digo mais nada...
E pronto!!! Está feito o primeiro "raid" do ano, assim como o post. Espero que aproveitem tambem para tirar a ferrugem das polies, porque não há melhor maneira de começar um ano de crise, do que com um sorriso de "puto com um brinquedo novo"...
RT