domingo, 6 de julho de 2008

O "day after" do adeus...

Após os ultimos acontecimentos, esperei uns dias até decidir o que fazer com os carros cá de casa, porque as hipóteses eram várias e incluiam de tudo, mesmo de tudo. O remédio foi dormir sem pensar nisso, mas o principal factor de decisão veio sob a forma dos comentários e mail´s que me chegaram por causa disto. Desde amigos, familia e leitores, todos quiseram expressar a sua opinião e deixar uma palavra de incentivo. Bem..., a verdade é que ajudaram (e muito...), e o resultado está á vista. Em vez de lhes fazer a vontade, vou fazer a MINHA vontade, e continuar com os meus carritos. No entanto vou fazê-lo de uma forma ainda mais intensa, mais decidida e eficaz. Falta o dinheiro, não tenho instalações de jeito, mas ganhei uma vontade infinita de levar os meus projectos até ao fim, e vou começar já com o mais dificil de todos: o Moke !!! No entanto, aproveitei estes dias de intervalo para "arrumar" uns assuntos pendentes, tal como o Metro preto que já estava a dar um bocado de mau aspecto cá ao sitio...
Não é a maneira mais normal de aproveitar um Sábado, mas para mim é tão bom ou melhor do que passá-lo num qualquer "shopping"...
O Sábado marcou tambem o inicío oficial de uma nova aventura. O Alexandre estreou-se nestas andanças, e começou logo a "fundo"...Depois de tantos dias de "jejum", este desgraçado serviu tambem para descarregar algum do "stress" acomulado entretanto. Construido em 89 ou 90, este 1000 cc. já não compensava o investimento na pintura, e apesar de não ter um podre, a sentença foi-lhe lida... Um HIF 38, uma caixa, uns discos ventilados e material suplente para o outro Metro cá da casa ajudaram á decisão, mas até tive uma certa pena de o fazer. O espaço tambem fazia falta e assim não tenho mais em que pensar sem ser no Moke...Começou a "matança"......e já não há regresso...O "golpe" final...Em vez de aproveitar para ir á pesca, fiquei a perder tempo com isto...Esqueci-me de tirar a gasolina, pelo que o aroma a flores aditivadas 95 era intenso...(É tudo gente doida...)Até o escape saiu...Parece um acidente grave. Quando comprámos esta casa, já se faziam adivinhar este tipo de cenas. Os vizinhos parecem algo espantados com isto. Porque será??? Vocês nunca capotaram um carro dentro do quital???E no final restava isto: Um bom, outro nem por isso...
Ficou a aguardar o "cangalheiro" para ser transformado em latas de atum. É bom estar de volta e é bom fazê-lo assim desta forma: de animo reforçado e com vontade. O Alex foi uma ajuda preciosa durante todo o dia e adivinha-se mais um entusiasta ferrenho, apesar dos seus verdes 11 anos. Mas creio que todos nós gostávamos de ter começado com a idade dele...
Aqui me querem, aqui me têm...
Obrigado a todos pelas vossas palavras.
Rui Tiago

2 comentários:

O meu Datsun SSS disse...

Tadinho do Metro, mais um que passou pelas minhas mãos, e tão bom que ele estava, mas esse já tinha o destino traçado logo de inicio!!

Bem vindo de volta Gajo, dá para reparar que voltaste em força, e com ganas!

Quanto ao Alexandre, só lhe desejo boa sorte e paciência para aturar o tipo MAIS ESPECTACULAR que eu conheço, e vale mais passar um sábado a "snifar" gasolina velha que outras coisas esquisitas que por ai andam a desviar a nossa juventude!!

Cumprimentos ai para cima e FORÇA NISSO!!!

Anónimo disse...

olha o meu metrinho...agora de combate ;D