domingo, 9 de agosto de 2009

Cooper S - O começo do fim...

Boa noite.

Os dias têm passado e eu não tenho tido hipótese de mostrar tudo o que queria, não por falta de tempo, mas antes por excesso de assunto. É verdade..., os acontecimentos importantes têm sido mais do que muitos, mas postar fotos é demorado, e por isso vou concentrar-me mais no Cooper, apesar de entre almoçaradas de gastronomia tradicional e visitas de Lisboa, tudo aconteceu...É a loucura das férias em Agosto...
Na tarde de Sexta......enquanto o Mini esperava e deseperava por novidades, estas "meninas" foram ao banho!. É verdade. Após tantos anos na prateleira, estas "reverse rim" vão voltar a rodar, ou pelo menos vão ser pintadas como deve de ser. Não pertecem a este Cooper, mas já que estamos a falar no assunto, há que aproveitar a "onda"......e enquanto a soda faz a sua magia, as peças iam desaparecendo das caixas. Mesmo assim, ainda falta muita coisa......e pequenos ou grandes, os trabalhos a excutar são mais do que muitos......embora que esporadicamente interrompidos por outros assuntos de igual importância. Este Mini é "novo" cá na zona, e apesar de ter vindo de Lisboa só para passar uns dias, fiquei com a sensação de que o vou rever em breve. Espero que sim...De volta á "bezuntice", lembrei-me de que havia ainda uns "biscates" para resolver, e todos sabemos que o "rabo é sempre o mais dificil de esfolar"...É preciso é ter calma......e uma semi-automática jeitosa! Uma porca velha e umas horas de treino...
...são muito importantes e valiosas......quando o assunto é sério. Não temos tempo a perder, mas também não podemos errar nada agora. Não há espaço para contratempos, por isso é melhor saber que chão pisamos......sem medos ou receios de não ser capazes de resolver......tudo e mais alguma coisa! -"Que giro..., temos menos de duas semanas para acabar isto e estou a olhar para o carter da caixa ainda vazio...". Grande arrepio que me passou pelas costas......mas não foi forte o suficiente para deixar de fazer as coisas bem feitas. A tinta velha tinha que sair toda, nem que fosse á dentada......porque já a fazer bem, as pinturas correm mal. É sempre bom aumentar as hipóteses de êxito......até porque quando tudo estiver pronto......tem muito mais valor. Na montagem original isto era tudo pintado no fim, inclusive os parafusos, mas não resisti a dar o meu "toque"......mesmo nos mais pequenos detalhes......que no fundo são os que fazem a diferença. Pelo menos assim o espero...Nos "entretantos", e já na tarde de Domingo, surge mais uma visita. O Rafael e a sua R16 acabadinha de chegar de Lisboa, só que em cima de um reboque. Mesmo assim ainda se aventurou aos 5 ou 6 quilómetros que separam as nossa casas. E o maluco sou eu......bem, a televisão está cada vez melhor, e os parafusos estavam a ganhar ferrugem. -"Vou até lá abaixo um bocadito..."
-"Ai ai ai..., tanta peça..."Comecei pelo veio secundário......que entra muito melhor se não montarmos o rolamento de agulhas do carreto da primeira. Isto permite que o carreto tenha alguma folga no veio, o que dá imenso jeito quando não há espaço para nada. Podemos montá-lo depois, através da ponta do veio......e o veio de entrada também já estava a postos. Nunca se esqueçam do rolamento interior......e esta foto deve ter sido engano, porque parece a mesma, mas sem a minha mão..., mas não! Quis apenas mostrar-vos o selector da marcha-atrás. Aquela "coisa" com um furo, que está debaixo dos carretos......e que serve para encaixar a forquilha que movimenta isto! O carreto que faz o Mini andar ao contrário. Reparem que tenho a segunda engatada. Isto facilita muito a entrada do carreto lá para baixo...
...e antes de montar o veio primário, gostava que fixassem com atenção aquele buraco. Não está lá por acaso...
...e apesar de já ter visto bem piores, o veio usado já apresenta algumas marcas de desgaste, e como até tinhamos um novo, deixámos o velho na prateleira...
...segue-se então o veio primário e as respectivas anilhas laterais...
...sem esquecer o freio que mantém isto tudo no sitio. Só se deve encaixá-lo quando se monta o batente do rolamento do veio secundário, mas assim ficam com uma ideia mais clara do que estou a falar, entretanto...
...e surgindo sei lá de onde, aparece esta peça! Meus amigos..., já não se repara uma caixa de Mini sem usar isto, o tubo de pesca de óleo central. O tudo de pesca normal é montado na lado direito da caixa (ou esquerdo se preferirem...), e quando o Mini curva com velocidade para a direita, o óleo que está no carter escorre todo para a esquerda, deixando de entrar no circuito de lubrificação, matando aos poucos o nosso motor por falta de óleo, apesar de estar a cima do nivel... Ai pois é...Depois de montado, devem ver algo deste género. Percebem agora para que serve o tal buraco de á pouco......mas ainda falta resolver outra questão. Como é que se fixa isto??? Aqueles carretos conseguem girar a cerca de 100 vezes num segundo, e acredito seriamente de que nunca mais eram os mesmos se o parafuso que eu uso para fixar o tubo caisse lá para o meio deles á 6000 rpm. Por esse motivo prefiro jogar pelo seguro e......usar isto. Um parafuso normal e 2 minutos de berbequim......que resultam nisto! Não posso prometer que não aconteça, mas que não será fácil, lá isso não será de certeza...Bom..., com a vontade ainda em "alta", agarrei no diferencial......e fui andando......sem me esquecer de alinhar o furo do cavilhão com o do diferencial, até porque não quero ser obrigado a usar uma marreta para enfiar a cavilha elástica no sitio...
...que acaba por ser tão fácil de meter. Agora tenho a certeza de que o cavilhão não me vai sair pelo carter um destes dias...
Com o Rock a ecoar pela baiuca, dei por mim a contemplar aquele espaço......e com a ajuda dos ZZ TOP e das suas "Legs", percebi finalmente que já tenho um espaço a cheirar a óleo queimado......e devidamente ambientado, tal como uma baiuca a sério deve ser. Assim dá mesmo gozo......pegar nestas coisas......aparafusá-las, apertá-las e até martelá-las, para que......tudo comece a fazer sentido......e seja justo dizer que isto é apenas o começo.., o começo do fim!
A caixa está pronta e agora segue-se o motor. Ainda não sei o que vai acontecer ao prazo estipulado, mas já sei o que já não falta fazer...Assim é mesmo outra coisa.
Até breve.
RT

2 comentários:

Anónimo disse...

Boas Rui,um trabalho bem feito como esse só aconteçe quando é feito por um grande Mestre , parabens,está um trabalho digno de se ver,boa continuação e que fique tudo como deseijas. Abraço C.M. mini car garage.

isabel tiago disse...

E aqui o Alexandre. Quem sabe se o futuro dele irá ser a mecânica???