quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Classic Car Garage. Já mexe...

É oficial!!! A "nova" baiuca já está estreada como deve de ser. Não foi um, mas sim dois Minis que tiveram esse previlégio. Ainda muito despida e descaracterizada, a nova garagem já serve muito bem para dar seguimento aos trabalhos e representa uma enorme melhoria das condições anteriores. Sabe bem poder empurrar um carro para trás e ele andar de facto. Vamos ás fotos...Não por acaso, o 1000 do Zé Mário foi o primeiro. O trabalho é mais simples e não havia muito que pensar. Tirar o motor e os travôes da frente. Fácil..., agora que não me chove em cima!!!Não vou repetir as explicações sobre isto, mas gosto sempre de mostrar o antes e o depois...Ainda estão no torneiro, mas amanhã já devem ficar prontos...O "cavalete" dos motores que eu usava na primeira garagem de todas, na Malveira, serviu mesmo á justa nesta nova casa. Parece mentira, mas não tem dois centimetros de folga das telhas. Quando o fiz, ainda nem sonhava que existia uma terra chamada Marinha..., e ainda dizem que não há coincidências!!!Quem tambem teve a sua estreia nos Minis foi o Mário. Mecânico de outras "maquinarias", o Mário nunca tinha tirado um motor de um Mini na vida. Pela conversa dele, parece-me que o "bichinho" mordeu...Detalhe da minha peça especial para tirar motores, um bocado de verguinha das obras. O que é inutil para uns, dá um jeitão a outros. As peças que estão montadas na tampa de válvulas são os suportes originais da BMC que eram montados em todas as Sherpas e em alguns MG. É a maneira mais fácil de levantar o motor de um Mini. Cordas e correntes tambem funcionam, mas assim é "sem espinhas"...As saudades destas andanças até fizeram esquecer que já passava da uma da manhã, mas não acabou aqui......porque o tempo é algo que tem que ser aproveitado ao máximo......e havia mais alguem á espera na sala! O Cooper tambem não se livrou......e sem querer dizer a que horas é que acabou, posso garantir que já havia alguns galos a cantar. Não é trabalho, é prazer!!!Nunca deixem a máquina fotográfica á chuva, ou começam a fazer disto...Já havia luz quando reparei nisto: o meu "azulinho" estava todo brilhante como antigamente. A pintura á muito que perdeu o brilho, mas cada vez que se molha, parece mesmo aquele Clubman azulinho que fazia as delicias de um puto lisboeta de 18 anos em 1996...
Com umas jantes BWA iguais ás que usava nessa altura, voltou a surgir aquele efeito nervoso no tal "puto", que, com a mesma sensação com que saía de casa todas as manhãs, foi buscar a chave e não descansou enquanto não foi dar uma volta ao quarteirão. O LCB partido faz com que o ronco do motor 1275 pareça um V12 sem escape, pelo que a volta foi rápida, mas o mais importante ficou, a sensação de ter uma máquina do tempo que me fez andar 12 anos para trás...
Quem é que não gosta disto??? Espectacular...
Noites nos copos???Não..., noites nos Minis!!!
RT

2 comentários:

Anónimo disse...

Rui primeiro parabens pela nova oficina,segundo que pena a minha não habitar aí,espectaculo,as noites de volta dos minis faz-me lembrar tempos passados...em que ficava sem dormir ate de madrugada, de volta dos meus minis e não só e já agora algum dia que passes por aqui pela minha zona apita ... minis não vão faltar.
comprimentos carlos monteiro .

mini car garage.

carlos tiago disse...

Boa tarde senhor mecânico.

Muito gosto em voltar a ver essas andanças dos minis, já não era sem tempo. Estavas mesmo a pedi-las.
Já agora, também não me importava de voltar a ver o BM conforme ele saíu, um dia, da Auto Palácio na Luís Bívar em Lisboa. Bons tempos esses em que o mini brilhava e eu não gostei nada da cor que escolheste mas depois de pronto reconheci que ficou muito giro. Quem o viu.
Agora falta a iluminação a sério aí na tua baiúca, como lhe chamas, já que os Minis merecem esse esforço.
Já temos o material eléctrico, agora falta pensar quando ir até aí e proceder à montagem da instalação. Vais gostar do resultado final.