quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Mini 1000 - Uma história com final feliz...

Boa tarde.
O que vos vou contar a seguir podia muito bem ser uma história de um daqueles programas de televisão onde mostram salvamentos cheios de dramatismo e coisas do género...No fundo foi disso mesmo que se tratou, mas como a realidade muitas vezes ultrapassa a ficção, o melhor será mostrar-vos as fotos, ou corria o risco de passar por mentiroso...
Tudo começou quando o Zé Mário me disse que tinha um Mini algures na Covilhã, parado numa fábrica abandonada á mais de 9 anos e que gostava de o ir buscar. Dai ao que aconteceu foi um passo...Durou pouco mais de 4 horas, mas podia ter sido bem mais complicado. Meteu rampas, descidas arriscadas, muita força e telefonemas para Moçambique..., estranho??? Então vejam...
Covilhã. Por causa destas obras de gosto e utilidade muito duvidosas, o Mini passou a estar na mira da sucata. O sitio onde estava ia ficar isolado, e o destino era algo incerto. Sem dar o beneficio da dúvida, resolvemos ir tirá-lo de lá entes que fosse tarde demais. O nosso objectivo era mesmo lá ao fundo, dentro daquele edificio por trás do pilar central......e o aspecto era este! 9 anos parado neste local ermo tornaram o Mini num alvo fácil dos "amigos do alheio". As rodas, o volante e parte dos cromados tinham desaparecido......e o Mini não ardeu por acaso. Em muitos outros sitios, este carro pouco mais era do que um motivo para largar fogo ao monte de lixo envolvente, mas talvez por ser na Covilhã, talvez por sorte, não chegou a acontecer...9 anos de abandono estavam prestes a chegar ao fim...Preparados a rigor, começámos o resgate do Mini, e uma aventura que nunca imaginámos os sobressaltos que ia ter...Apesar de gatunos, tiveram a "amabilidade" de o pousar em cima de uma pedra, que facilitou o inicio dos trabalhos.Metia pena vê-lo assim......mas já tinhamos decidido não regressar a casa de mãos vazias.E pela primeira vez em tanto tempo, o Mini andou...Estava descolado e tudo...Aquela cara devia ser a emoção..."-Se entrou, também deve sair!" Sim..., deve......mas será que vale a pena???"...vamos só exprimentar para ver como fica...""- Acho que dá...""- E se falhar??? Vai parar aonde???""- Tens algumas ultimas palavras??? É que isto não trava...""- Calma, calma...""- Ai se não fessem vocês..."E o pior lá passou. Após alguns momentos de nervos e incertezas, o Mini já estava no andar de baixo. As fotos não ilustram com justiça a verdadeira inclinação e altura da descida, mas também sabiamos que se falhasse, o destino era o rio. Nada a temer...Já anda......e já sobe. Tá quase em casa......mais um bocadito......e já lá mora! Não sei o que é que estávamos a ver...
Foi nesta altura que tudo se complicou. Não vou mostrar fotos (apesar de as ter...), mas apareceu um senhor, bastante chateado por sinal, a acusar-nos de termos invadido propriedade privada. Afinal parece que a fábrica tinho um dono diferente do que tinha antigamente, e que não estava a par da situação. Pelo tom da voz do Sr., calculámos que fossem aparecer os problemas que ainda não tinhamos tido na nossa odisseia...Não estava em causa a propriedade do Mini, mas sim o facto de termos entrado sem falar com ele. O que aconteceu foi que falámos com uma pessoa que nos autorizou a ir buscar o carro, mas que se "esqueceu" de nos dizer que não era o dono do imóvel, mas sim inquilino de um outro espaço. No meio de desculpas e justificações, a conversa só acalmou após um telefonema para Moçambique (onde reside alguem que confirmou a nossa versão...), e no final até deu direito a risos. Mas que a coisa esteve complicada, esteve...
Enfim, depois de resolvida a situação diplomática, é tempo de rumar a casa......antes que acontecesse mais alguma. Não tinhamos a certeza se podiamos ou não levar o Mini em cima da carrinha. Chegámos......e tantos anos depois, o Mini parece que vai voltar a ser algo.O destino ainda não está defenido, mas pelo menos já não vai desaperecer numa fábrica abandonada...Já está junto dos meus e dos outros, e parece que já tem pretendente para o comprar e reconstruir...
Pelo meio de receios e complicações, foi mesmo por muito pouco que as coisas acabaram assim, pois o tal Sr. podia ter chamado a policia e não sei bem o que aconteceria a seguir, mas apesar de tudo, esta é sem dúvida nenhuma, "uma história com final feliz"...
RT

6 comentários:

Rui Peixeiro disse...

Grande odisseia aqui pela minha cidade!

Mas, mais um mini foi salvo! Há uns 5 ou 10 anos, só nessa zona da cidade estavam pelo menos 3 minis abandonados. Na altura precisava de uma mala, andamos por lá a ver se descobríamos os donos mas nada...

Anónimo disse...

Rui grande aventura....

A equipa de resgate foi fantástica, apesar de estar planeada ao pormenor para ser uma operação relâmpago com o tempo preciso para entrar - recuperar - carregar e transportar, ainda consegui resolver os entraves que surgiram com alguma diplomacia, claro. Pena foi não haver mais tempo para recuperar forças com outras "Minis". Obrigado a toda a equipa e Abraço JMário

Anónimo disse...

Rui Tiago.... Qualquer dia ainda vais preso....
EPAH AS TUAS aventuras SAO BE-RU-TAIS lol... demais.... adoro vir ao teu blog....
Cumprimentos Tiago Pais
(clube mini dos alfacinhas)

Anónimo disse...

Rui parabens ,mais dois minis salvos foi complicado mas o que importa é que eles já não vão para a sucata.
comprimentos
Carlos monteiro mini car garage.

Anónimo disse...

Resolvi comentar, pois sou frequentador assiduo do espaço. E é de louvar a inciativa. O meu mini tambem veio da covilha, e apesar de ter estado 10 anos parado numa garagem veio a andar, mas a história é diferente.
Parabens pelo resgate.
Nuno Alves
www.minimania.com.sapo.pt

O meu Datsun SSS disse...

Gajo,

Mais uma das tuas aventuras!!
O que tu não fazes pelo carinho que tens a esses carros......
Pena tenho eu de teres ido para tão longe, assim já não te posso acompanhar nessas odisseias :-( :-(

Cumprimentos e dá beijinhos á "goda".