quinta-feira, 5 de novembro de 2009

"João dos Opéis" - O verdadeiro aficcionado...

Bom dia a todos. Como sempre, os post's não têm seguido uma ordem 100% correcta e acabam por ficar misturados. Não acontece de propósito, mas penso que também não é grave, desde que apareçam.
Hoje quero falar-vos de algo muito especial, e que começa assim... Carros, motores e rodas são todos muito bonitos, mas se não existir ninguem que cuide deles, de nada valem. O exemplo que se segue é dos melhores para quem quer perceber o que motiva tanta gente a gastar o seu dinheiro no que aparentemente seria sucata velha, que já devia de ter desaparecido no seculo passado. Ora vejam...
Quem passa na E.N. 109 a caminho da Figueira da Foz, ao chegar á zona do Carriço já deve ter reparado numas bombas de gasolina e casa de pneus que existem mesmo junto de um cruzamento. É ai mesmo que encontramos o meu amigo João...
Até o parque de estacionamento é sempre uma incógnita, pois desde Olympias a Astras, podemos encontrar de tudo, mas desde que seja Opel, claro está... Hoje, e como sempre..., havia novidades para apreciar. O Johnny descobriu mais uma máquina. O seu "faro" para estas coisas é impressionante. De norte a sul do pais e arredores, o João descobre-os com relativa facilidade, e se tiverem potencial, vêm com ele...
Acredito mesmo que, (sem querer brincar com assuntos sérios), se a Maddie fosse um Opel antigo, o João já a tinha encontrado, de certeza absoluta!!!Mas o que realmente aprecio no Johnny é a sua visão do que é realmente um carro antigo. Tal como eu, o João não tem problemas nenhuns e usar os carros dele como ele gosta, mesmo que aos olhos de terceiros pareça mal. Aqui o Commodore já calça umas jantes 16", e fica fixe. Não está estragado, tem apenas umas jantes diferentes. Sem estragar as carrocerias, os carros podem ser alvo de algumas modificações, desde que reversiveis com facilidade. A colecção deste jovem é impressionante, pois duvido muito que haja por ai muita gente que tenha dentro da garagem Olympias, Blitz, Kadett's, Rekord's, P1's, p2's, 1604's até Astras, e mais importante ainda é que todos eles podem, e por vezes andam mesmo, como o dono gosta. Jantes de origem ou com offset's gigantescos, tanto faz, desde que saiba bem...Como não combinei nada com ele, apanhei apenas o que estava lá por acaso, como por exemplo o este Monza, mas um dia espero poder fazer um post a sério acerca da colecção do Johnny, e claro do seu cão maravilha, o Bóris.
É sempre um prazer ver e conversar com alguém que sofre da mesma pancada, embora não sejam Minis, a verdade é que também são porreiros. E para agravar isto tudo, o João também tem a mania das jantes especiais, o que torna as nossas conversas em verdadeiras odisseias dissertivas acerca de offset's, furações, camber's, e por ai fora. Há quem me chame "Rui dos Minis", e o João..., bem..., o João é o "João dos Opéis", claro está!
Força neles Johnny...
RT

2 comentários:

O meu Datsun SSS disse...

Boas gajo,

Como um "maluco" se sente por vezes sózinho, tu tinhas que encontrar outro "maluquinho" por jantes para poderes conversar durante horas esquecidas sobre ferro e aluminio......

Força Nisso!!!

Cumps.
Helder

Anónimo disse...

João dos opeis um grande amigo meu e tal como eu um grande aficcionado por a marca opel para alem de um grande blog que tens e que eu tento seguir atentamente tens tambem bons amigos como o joão um amigo a preservar quando estiveres com ele manda lhe um abraço do "danone" ele vai saber muito bem quem sou abraço e boa continuação de projectos.