segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Como afinar uma árvore de cames

 Bom dia!!!
Musica para o post:     https://youtu.be/_bWzyiU-S_w

De volta ao blog, peço-vos desde já alguma paciência com os post's. Passou muito tempo desde o ultimo publicado e preciso de "tirar o carvão das velas" até conseguir fazer isto como antigamente...
Também quero agradecer todas as mensagens e comentários que entretanto foram chegando, e com  tantas visualizações do blog, é caso para ter orgulho no sucesso que atingiu. Obrigado pelas vossas visitas. Vou tentar corresponder da melhor maneira...

Como quase sempre, os Minis são a "prata da casa" e hoje relembramos um assunto que me tem sido pedido constantemente: afinar uma árvore de cames! 

Precisamos de:
1 Motor (bloco) de mini
1 transferidor (escala) de 360º
1 conjunto distribuição afinável (um qualquer...)
1 Árvore de cames
1 comparador com base
1 Rádio
1 bocado de arame maleável

Tempo de execução: pouco.
Dificuldade: nenhuma...
O nosso bloco. 998 ou 1275 é rigorosamente igual para o caso. Basta que tenha cambota, primeiro cilindro e tensor de distribuição (caso use) montado... Notem que o ideal é ter as chapas da distribuição/bloco já montadas, porque assim que isto for feito, não se mexe mais. Hoje fiz assim APENAS para demonstrar o processo. Continuando...
Transferidor de 360º...
Kit de distribuição afinável...
Comparador com base magnética...
Uma árvore de cames (camshaft)...
 Um rádio, porque a musica pode tornar isto em algo divertido ou numa seca dos diabos! Qualquer trabalho deve ser sempre que possível acompanhado de um sorriso, pois significa acima de tudo que está a correr bem, e isso é o nosso objectivo principal... 
 O nosso bocado de arame, neste caso de cobre...
 ...para fazer isto. O ponteiro da escala!!! Parafuso do tensor, uma voltinha na ponta do arame e sai um ponteiro todo XPTO....
 Passo 1 - O PMS (Ponto morto superior) ou TDC (Top dead centre em inglês).
Fixamos o manómetro ao bloco de maneira a que o ponteiro possa mexer para cima e para baixo á vontade. Agora rodamos a cambota até que o piston do primeiro cilindro chegue o mais alto possível e o ponteiro deixe de mexer. É preciso alguma sensibilidade neste ponto, pois é de facto algo rigoroso de fazer. Assim que a cambota já não faça andar o ponteiro, temos o PMS encontrado...
 ...e vamos acertar a nossa escala...
 ... para os 0º (zero graus). Daqui para a frente é a sério. Concentração e cuidado com o ponteiro. Se lhe tocarem, comecem tudo de novo...
PMS a jeito e vamos á árvore de cames...
 ... com a vareta montada na segunda tuche. (Válvula de admissão do primeiro cilindro)...
 ... e sem ficar a raspar no bloco, montamos o comparador no topo. Agora (virados de frente para a distribuição), rodamos o motor para a direita (como o relógio) até que o ponteiro do comparador deixe de subir. Tal como fizemos para o piston, temos que definir o levantamento máximo da came/excêntrico (Máximum valve lift) da admissão do primeiro cilindro... 
 ...e com a nossa escala previamente afinada, ficamos a saber "onde" é que andamos. Neste caso nem estava muito mal, mas conseguimos fazer melhor...
 ...desapertando aqueles parafusos. (eu deixo-os todos largos antes de começar e só aconchego um, porque se tiverem muito apertados, correm o risco de rodar a cambota e ter que começar tudo outra vez...)... 
 ...com a árvore de cames solta, rodam DEVAGAR a cambota até chegar aos graus que precisam (tomem atenção á árvores de cames para não rodar). Neste caso 106º, mas depende do que precisam. De seguida, com jeitinho, apertam os parafusos do carreto da árvore de cames e não mexem mais na distribuição, pois já está afinada. Neste caso temos a abertura máxima de válvula aos 106º ( Maximum valve lift at 106º). Existem muitas cames disponíveis e o melhor é sempre ler as recomendações dos fabricantes antes de as montar, mas seja lá qual for o caso, desta forma conseguem tirar o melhor rendimento possível do vosso investimento...

Espero que tenha sido útil, mas se tiverem alguma duvida, deixem um comentário.

É bom estar de volta!!!

Obrigado e até breve.

RT




Sem comentários: