quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Mais fotos antigas- Desta vez são só Datsun's...

Nem só de Minis se fez a história automobilistica cá da casa, houve outros carros, tais como "uma" Renault 4L (3velocidades...), um Peugeot 404, um Citroen Diane e uma Opel kadett. Estes foram os carros do dia-a-dia, que inúmeras vezes nos levaram á escola, a passear ao fim de semana, ou simplesmente de um lado para o outro. Mas este post não é acerca deles, desta vez quero mostrar-vos as fotos da fase dos Datsun's. Andaram por cá poucos anos, mas mesmo assim deram algumas fotos cheias de histórias. Vamos ver...O FP-77-29. Este carro foi comprado novo por um amigo da familia, e por ironia do destino, depois de andar "desaparecido" por muito tempo, veio parar ás mãos do meu irmão. A foto é de 197... e foi tirada ali na zona de Santo António dos Cavaleiros, ainda sem as centenas de prédios que existem por lá hoje em dia. Era castanho "Camel" e ainda tinha o espelho e os tampões originais. Algures durante a sua vida foi pintado de azul com a tipica faixa cinzenta a dizer "1200". Para quem não sabe, esta carro tambem foi a estrela de uma das mais intensas perseguições de carros em Lisboa. Certo dia, estava o seu dono descansado a tomar o café na praça de Londres, quando vê o Datsun arrancar a fundo em direcção á praça do chile com três pessoas lá dentro. Por sorte ou por azar, iam a passar uns amigos, que após lhe darem boleia, encetaram a mais famosa perseguição pela rua Morais Soares acima de que há relato, muito ao tipo de "hollywood". A determinada altura, um dos gatunos pensou em saltar do carro em andamento, mas ao abrir a porta do lado direito, ficou agarrado a um poste, com a porta e tudo. Imaginem só a confusão..., um carro sem uma porta, tipos aos berros atrás deles e trânsito caótico áquela hora...Ao entrar na praça Paiva Couceiro, o Datsun fez um pião e os gatunos foram agarrados pelos amigos do dono do carro, com muita pancadaria á mistura e policia por todo o lado. Muito melhor que um filme. Hoje pertence ao "Miglor", sócio do AJA (Amigos Japoneses Antigos) e está a ser restaurado, e aproveitamos a ocasião para lhe pedirmos desculpas por nos termos "esquecido" de contar esta peripécia, mas foi para o bem dele...
Já em 200... numa incursão ao campismo, sinal de que tudo é possivel com um Datsun. Pode ser carro de corridas...
...ou muito simplesmente um "bijoux" para a fotografia. Este deve ter sido um dos raros momentos em que o carro teve o aspecto e pose de um carro civilizado, pois normalmente era carro de "sprint", na melhor das hipóteses...
...como esta. Já estacionados, estes dois tinham acabado de constatar qual deles era o mais veloz, e minutos antes desta foto, tinham chegado aos 150 km'h, com todo o estrilho e alvoroço que aqueles escapes faziam. Até parece mal dizer isto, mas esta foto foi tirada a 50 metros de um posto da GNR e depois de sairem daqui, os Datsuns foram comparar as suas habilidades de "driffting". Era a loucura total...O meu "amarelo" no dia em que chegou cá a casa. Com um palmarés de vitórias "lá no bairro", esta carro vinha todo "artilhado" pelo antigo dono. Condutor ainda jovem, fez questão de nos contar como este carro se sagrou "campeão internacional das corridas de sexta á noite do bairro de Angola - Camarate - Época 2002/2003". Ao que parece, esta Datsun era o terror de todos os R5 e Fiat Uno lá da zona, pois era imbativel, quer em velocidade, quer em habilidade. Trazia jantes especiais, escape "troféu", grelha "tunning" e vinha artisticamente decorado com amarelo e preto em tudo o que fazia parte dos manómetros e do interior em geral, talvez para dar o verdadeiro "ambiente da competição"...Segundo reza a lenda, está agora na zona de Alijó (Bragança), pois apesar de gostar de todos, surgem alturas na vida em que temos que fazer escolhas, e eu escolhi os Minis...A Sunny ainda com aspecto razoável. Reparem como ao longo das fotos os carros vão mudando de jantes. Não foi feito de propósito, mas a verdade é que foi raro (e continua a ser...) um carro nosso andar mais de duas semanas com as mesmas jantes. Será doença???E esta? Aquelas chapas que estão dentro da carrinha pesavam somente 450 kilos. A suspenção já vinha toda em baixo e eram os pneus que faziam a vez das molas. Tentei passar dos 60 km'h com ela, mas as rodas da frente pareciam que já nem tocavam o chão. Exprimentem pôr tanto peso dentro do vosso carro e depois digam-me se isto não é de loucos...Reparem que pelo menos metade do peso vem atrás do eixo, o que fazia saltar as rodas da frente cada vez que passávamos por cima de um cigarro. Fizemos uns 15 km's com ela assim...
A ideia não era estragar, mas a verdade é que usávamos os carros como se não houvesse amanhã, e como tal, tinhamos que perder algumas horas a reparar os efeitos de determinadas "aventuras" mais exigentes. Por estas e por outras é que a C.C.G. foi nascendo...

RT

3 comentários:

Anónimo disse...

e lembras-te dos grande prémio de montanha que a gente fazia até a venda do pinheiro, (Datsun 1200 a perseguir um certo Mini Clubman azul com motor 1300), a pois é , o mini não fazia farinha com o datsun , sempre ali colado (apesar do datsun ir nas curvas a fazer slide , e o mini ia como se fosse sempre em linha recta, nem mexia), aquilo é que eram tempos de curtição, dois barulhentos com escapes livres a bombar por ali acima, parecia que o Caramulo Historic Fest. tinha chegado a Venda do Pinheiro.

Qualquer dia temos que repetir a proeza , só que desta vez vai ser o 1200 a frente.
ssssssssssssssttttttttttt

Anónimo disse...

DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAATTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNN11111111111111111111111111111111111222222222222222222222222222222222220000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUULLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEESSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT

Anónimo disse...

DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAATTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNN

11111111111111111111111111111111111222222222222222222222222222222222220000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUULLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEESSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT