terça-feira, 13 de março de 2007

Discos de travão para o Mini e Austin/Morris 1300


Os discos de travãos para Mini são um dos items mais procurados por qualquer dono que queira ver as performances do seu carro melhoradas, porque se anda bem, tambem tem que travar bem!!! Os travões de tambor ou polie são eficazes numa condução normal, mas são insuficientes para qualquer tipo de prova e para os mais comodistas teêm a desvantagem de precisarem de afinação manual com alguma frequência. Foram vários os modelos de Mini que vieram equipados com travões de disco de fábrica, (desenvolvidos pela Lockheed em colaboração com o Sr. John Cooper), mas, tal como todos os outros, foram desaparecendo, tornando raro encontrar os tão preciosos conjuntos. O primeiro tipo de disco foi o de 7" do Mini Cooper 970 e 1071S ( 63 e 64), que apesar de serem bastante superiores ás polies com apenas um bombito,(sistema usado entre 59 e meados de 64 no modelo 850 e van), não eram ainda suficientes para as exigências desportivas de então. Foi com o Mini Cooper 1275S que surgiram os discos de 7,5", iguais aos que podemos encontrar nos Mini Clubman 1275GT de jante 10". Os discos maiores e as pinças mais volumosas, tornaram-nos muito mais eficazes para uso desportivo e não só. São a melhor solução para quem quer uma boa travagem e o aspecto clássico das jantes de 10". Qualquer um dos dois tipos de discos oferece uma montagem directa em substitiuição do sistema de polies. No lado esquerdo da foto estão os discos de 7,5 do CooperS / 1275GT e no lado direito, os do Cooper 970S / 997 e 998. Na foto não se nota muito bem, mas, os discos, as pinças e até as ponteiras de transmissão são diferentes. Os discos de 7", apesar de não serem os melhores, são os mais raros de encontrar. A partir de 1975 começaram a surgir os 1275GT com jantes de 12" e discos de travão de 8", iguais aos dos Mini HLE, Aftereihgt, Checkmate, Moke e todos os que usem jante 12". As manga de eixo são iguais e as diferenças são apenas as pinças e os discos maiores. Neste caso não se podem montar jantes de 10".

Nesta foto são visiveis os discos de travão do Mini Metro que, devido à dificuldade em encontrar dos outros, começam a ser uma opção a considerar. Não são tão simples como isso de instalar, uma vez que não são exactamente iguais e existem uma série de alterações a fazer antes de os montar. As rótulas, os tubos e até a geometria da própria manga de eixo são diferentes. As rótulas de 19mm de diametro tem que ser substituidas pelas de 17mm (medida do Mini) e o sistema não é igual. As do Mini são apertadas directamente na manga de eixo, enquanto as do Metro são "postiças", ou seja, a rótula e a sede da rótula formam uma peça só. A QH disponibiliza as peças necessárias para fazer o trabalho e algumas casas de peças de Mini inglesas teem uns Kits que se designam "Metro hubs on Mini" que tambem servem. Os tubos de travão teêm que ser modificados, pois o Metro usa dois tubos por roda enquanto o Mini usa só um. A grande vantagem desta modificação deve-se ao facto de os discos do Metro usarem quatro pistons em cada pinça e de nalguns casos, de os discos serem ventilados (imagem da esquerda), o que torna a travagem muito mais poderosa e eficaz. As desvantagens são: transformação algo dispendiosa, impossibilidade de usar jante de 10" e no caso de carros muito rebaixados, a geometria vai ser afectada e o camber vai ficar muito negativo. Pode ser corrigido com braços de suspenção reguláveis. Para quem tem um carro alterado, esta solução deve ser a melhor. De qualquer maneira, se o orçamento não for importante, é sempre possivel encomendar um conjunto novo de qualquer uma das principais casa de peças de Mini de Inglaterra. Os preços começam nos 1000€...

Ainda no tema dos discos de travão para o Mini, é comum ouvir dizer que os discos dos Austin/Morris 1300 tambem servem para montar directamente no Mini. Esta afirmação está errada por vários motivos: a furação das rodas não é igual, o diametro das rótulas não é igual e a geometria da manga de eixo tambem não é igual. É mais ou menos como no caso dos discos do Metro, mas aqui o resultado final seria bem pior, pois os discos do 1300 não são todo os melhores. Na foto, à esquerda está o sistema mais moderno, com a pinça de piston simples e cavilha. Neste modelo, as pastilhas teêm corte diagonal e a pinça "roda" sobre o eixo da cavilha. Serve para parar o 1300, mas sem grandes abusos..., à direita está o sistema antigo, muito idêntico ao do mini mas maior. As pinças são fixas e teêm dois pistons por roda. Desconheço o porquê de abandonarem um em função do outro, penso que terá sido uma questão de custos de produção. Espero que esto post tenha servido para esclarecer alguma duvida, embora muito tenha ficado por explicar. Se houver algo que gostassem de acrescentar, por favor deixem um comentário. Obrigado. Rui Tiago

3 comentários:

luis disse...

Gostei da apresentação que fez, especialmente a da conversão dos discos metro,gostava de lhe perguntar se essa transformação não altera a largura do eixo dianteiro, isto porque tenho um mini 1000 de 74 e já tenho um conjunto de  um metro (discos ventilados)gostava de fazer essa mesma alteração mas não quero colocar as abas. obrigado .Luis Cardoso

marcony disse...

boas parabéns pelo trabalho que tem feito boa continuação. gostaria de saber se o sr me arranja um conjunto de travões de disco mas para a jante 10. agrado uma rsp. comprimentos ass: Marco Teixeira

Anónimo disse...

Boa tarde será que me pode ajudar tenho uns discos 7,5 será que posso montar umas pinças mg metro para discos ventilados nas mesmas mangas de eixo obrigado Bruno